Archive

Archive for the ‘Brasil’ Category

sistema de caronas…

September 26, 2007 33 comments

A idéia:

Criar um sistema de gerenciamento de caronas.

Pode começar pequeno. Pessoas da mesma universidade se cadastram no sistema e esperam encontrar companheiros. Parece que estudantes a USP e da UNICAMP e a Anhembi Morumbi tentaram. Os sites não estão mais no ar. De repente, ainda acontece dentro do campus.

Ou então pessoas que vão para empresas próximas poderiam se juntar. Quem sabe imitar o que ocorre nos filmes americanos, nos quais pais fazem rodízio para levar as crianças à escola.

Um sistema de caronas seria, além de uma solução bacana para o tráfego e para a poluição, um ato cidadão. Ser um caronista pode até render novas amizades. Dividir pensamentos.

Mas pode ser maior. Um sistema que tivesse o apoio do governo poderia monitorar tudo, eliminando possíveis malandros aproveitadores. Todo cuidado é pouco. Poderia ser criado algo mais abrangente. Juntar pessoas que vão para a mesma cidade, em viagem. Adaptar um pouco os próprios horários sai mais barato do que viajar sozinho. O argumento do preço deve servir de algo.

Seria impossível criar algo assim no Brasil?

Algum leitor mestre em programação não está a fim de fazer isso? Pode se tornar o “google” das caronas.

sistema de caronas. Homem e Mundo. Análise do Comportamento. Terapia Comportamental. Terapia. Psicologia.

Advertisements
Categories: Brasil

o hino nacional brasileiro

É uma pena que o nosso hino não seja compreendido por, chuto eu, 99% da população brasileira (incluindo eu, é claro). Talvez, quando ele foi criado, existisse realmente a idéia de que o Brasil se tornaria um dos maiores países do mundo, em termos de educação, economia, bravura, etc. Ou talvez a elite, sim, aquela que tornou o Brasil “independente”, tenha concluído que a maior parte da população não precisava ter acesso a esse importante símbolo nacional.

Por falta de educação, emprego, acesso a itens básicos de saúde e por aí afora, esses 99% da população cantam o que não entendem. E cantam por algo que igualmente não entendem. Onde está a idéia de honrar a pátria se essa pátria nos trata como sub-cidadãos? Nem preciso desfilar aqui nossos problemas de estrutura e corrupção. Todos já sabemos de cor.

Sei lá. Eu não gosto do nosso hino. Ele não é um retrato do que somos.

Ou é um retrato perfeito? Um hino para poucos. Pompa para poucos. Uma nação para poucos.

Categories: Brasil

não acredito: uma notícia boa

O título deste texto pode me fazer parecer pessimista. Aos que me acham assim, respondo:

Não sou pessimista. Sou realista: não tenho culpa que o mundo é péssimo.

O título deste texto não mente. Há uma notícia boa. A AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) criou uma cartilha para explicar a Reforma Política. A linguagem é extremamente simples, e explica direitinho o que é, por exemplo, o voto em lista, a cláusula de barreira, e assim por diante. Você pode lê-la gratuitamente clicando aqui.

Descobri a cartilha por meio do Blog do Josias. Uma coisa boa foi criada, devemos valorizá-la. Reforcemos as pequenas coisas boas.

Espalhem a notícia. Leiam a cartilha. Criem links até ela.

Categories: Brasil

educação, droga e pobreza

February 26, 2007 2 comments

Toda vez que vejo uma reportagem como essa, que fala de jovens criminosos não educados, eu me pergunto qual é a verdadeira causa inicial do problema.

A chamada da reportagem enfatiza a não-educação, mas não a coloca como causa principal. Concorrentes estão a pobreza e o uso de drogas. Parece haver a seguinte relação: quanto mais pobreza, menos educação, mais criminalidade, mais uso de drogas.

Para mim, essa é ordem das coisas: a pobreza começa tudo.

A reportagem acima mostra um dado importante: tudo está piorando. Eu, honestamente, tenho medo.

Categories: Brasil

Desgraçadamente, neste país

Continuando as histórias da pesquisa… Hoje é meu penúltimo dia, portanto, amanhã é o último. Não farei nenhum resumão ou reflexão finais, então o lance é ouvir as pequenas histórias para sacar qual é.

Mudei de fila. Saí dos estrangeiros e fui para a fila de brasileiros. O trabalho é o mesmo, a velocidade é outra. Estrangeiros aparecem um por vez, brasileiros vêm em bandos, 4, 5 por vez. Não se pode perder nenhum. “De onde veio? Em que estado mora?” Parece pouca coisa? Não é, quando se trata de tanta gente. Confunde lembrar o número de todos os vôos e precisa entender de geografia, porque as pessoas respondem a cidade em que moram, raramente respondem o estado. São necessárias duas pessoas, para a segunda abordar as que escapam da primeira. Por outro lado, é muito mais dinâmico, o tempo passa mais rápido.

Acabam-se os brasileiros, vou para a fila de estrangeiros ajudar o pessoal. “Em que país mora?” “Desgraçadamente, neste país”. Desgraçadamente, não posso comparar este com outros países. Só ouço histórias. Fiquei imaginando o que aconteceria se só morassem no Brasil as pessoas que amam e respeitam o país… Isso não vai acontecer, desgraçadamente, os que odeiam a pátria ficarão.

Mas não me calo: os que amam o Brasil, tratariam-no realmente de modo diferente? Diminuíriam o número de carros, teriam menos filhos, não jogariam lixo nas ruas, não falariam mal, votariam conscientemente, exigiram melhorias, seriam bons políticos, bons empregadores, bons funcionários, replantariam? Temo que, desgraçadamente, nada disso aconteceria.

O que você acha?

Categories: Brasil, Coisologia

Comentários, Cômicos e Declarações de Amor

November 16, 2006 1 comment

Esta é uma história de estupefação, de falsas gargalhadas, de amor e de coragem. Não é bonita, porém, nem deveria ser.

Tudo começou quando o garoto chegou em casa depois de gastar R$10,00 em transporte, somando ida e volta. R$4,00 para sair e entrar em Guarulhos, R$6,00 para circular por sampa. Abrindo o site de notícias que sempre abre para ficar mais infeliz com as notícias sempre infelizes, ele se deparou com algo arrasador: a passagem de ônibus na cidade de São Paulo aumentará de R$2,00 para R$2,30. A experiência lhe diz que em breve o bilhete de metrô também aumentará, e que em qualquer dos casos, aumentará a passagem integrada. E nasceu o medo de que o ônibus de Guarulhos também tenha o preço aumentado. O serviço integrado é certamente uma beleza, mas o aumento na tarifa, como sempre, ferirá bolsos e aumentará fome sampa afora. Uma desgraça. Um segundo antes de morrer de medo ele foi salvo pela cômica nota…

“Lula pede a PT que não crie problemas no seu segundo mandato”. O PT ladrão, de acordo com Lula, deve dar lugar um PT não trapalhão. Um dos sinais do fim do mundo é um pedido desse partindo de um Presidente da República. A nota hoje é trágica, mas como diria Samuel “em todos os filmes” Jackson, a diferença entre o trágico e o cômico é o tempo: a desgraça de hoje é a gargalhada de amanhã. Amém. Antes de rir desesperadamente até engasgar-se em uma orgia de ironia, o heróico garoto lembrou-se de…

Bruna, sua namorada. Pensou somente em momentos preciosos, no sorriso, nos olhos, nos beijos e em todo o amor que as imagens lhe traziam. E foi só felicidade.

Misteriosamente, o universo reestabeleceu-se, calmo e quieto, sem torpor ou sonhos vãos. Então, este texto foi escrito e não pode ser terminado antes de uma reflexão sobre…

O atraso absurdo na apuração do que houve no acidente da Gol. Este atraso só pode significar que eles estão usando o velho truque de esperar o povo esquecer. Isto é feito com a certeza indiscutível de que o povo esquece. Oh, vergonha infinita.

A vida, variando, continuou…

Votei

Acabou a série de posts sobre a votação. Está votado! Votei. Fui lá, apertei dois números, vi uma foto, xinguei de “filho da p@#%!”, sabendo que o outro eu chamaria de coisa pior, peguei meu título e fui embora triste, triste…

Categories: Brasil