Home > Ciência, Crítica, Filosofia, Literatura > dois livros que ajudam a pensar

dois livros que ajudam a pensar

Depois de uma Idade Média sem leituras, voltei ao mundo dos livros que não são de Psicologia. Ainda não voltei à literatura, porém.

Estou lendo dois livros que ajudam a pensar. Vou falar mais sobre cada um deles:

Cultura Geral
Quando eu vi esse livro na prateleira, fiquei coçando de vontade de comprar. Dei uma folheada e percebi que o livro abrange muita, muita coisa. Essa aparente qualidade normalmente se desdobra em um problema: uma abordagem resumida demais dos fatos.

livro-prop.jpg
Clique no livro para pesquisar seu preço

Agora o estou lendo e vejo que estou certo, os fatos são apresentados de maneira resumida. Eu estava errado, porém, quando pensei que isso era um problema. O autor, Dietrich Schwanitz, mostra os acontecimentos de forma fluente e às vezes bem humorada. Conta uma história do mundo, descrevendo desde os gregos os caminhos que nos tornaram quem somos. Fala do caminho da política e da economia, da arte plástica, dos filósofos, da literatura e das línguas.

O fato de o livro ser resumido e deixar, necessariamente, muita coisa de fora, produz a vontade de conhecer mais. O livro me fez ter vontade de pesquisar vários tópicos, o que me fez ter uma visão mais aprofundada do tema. É um livro que leva a outros, e leva à curiosidade. Ele está na minha cabeceira, esperando-me paciente para me contar um pouco sobre o mundo todo. É meu avô de cabeceira.

.
O mundo assombrado pelos demônios
Este livro do Carl Sagan todo mundo conhece, já ouviu falar. Um dia é preciso pegá-lo na mão e lê-lo. Estou fazendo isso agora, com uma voracidade crescente. Sagan fala sobre a ciência e sobre a pseudociência, dando exemplos de ambas. Defende a superioridade do método científico em conhecer a natureza e utiliza, dentre outros, um argumento muito bacana: a ciência nos torna novamente crianças curiosas, prontas a saber de tudo e a duvidar de qualquer coisa que nos pareça errada.

o-mundo-assombrado.jpg
Clique no livro para pesquisar seu preço

O modo como Sagan escreve me lembra das aulas do meu professor de Psicologia Experimental, com o qual posteriormente trabalhei enquanto estava na graduação. Ambos vão desfiando diversos temas seguidamente, dando a impressão de que eles não se relacionam e, então, falam alguma frase ou palavra mágica, e todos aqueles temas se juntam em uma compreensão geral da natureza da ciência ou da bobagem pseudocientífica.

Estou tremendamente curioso para saber a opinião de Sagan a respeito da Psicologia. Ele deixou antever que a considera uma ciência, mas não sei o quanto tratará dela e com que habilidade, já que é um astrônomo. A opinião me interessa muito porque Sagan considera a Psicanálise e a Parapsicologia como pseudociências, como eu. O que é ciência psicológica?

O livro é um monumento à arte de pensar.

  1. November 20, 2007 at 10:38 pm

    Fiquei interessado no “Cultura Geral”, parece interessante pela sua descrição.

    Abraços!

  2. November 21, 2007 at 7:39 am

    Estou curtindo muito o livro, Márcio.
    Vale a pena sim.
    É uma leitura inteligente e gostosa. O tempo passa sem que eu perceba.
    Abraço.

  3. November 22, 2007 at 4:09 pm

    O livro do Sagan é excelente mesmo! Obrigatório.

    Às vezes chega até a dar raiva a paciência com que ele demonstra por que não devemos dar crédito ao relatos de sexo com extraterrestres.

  4. November 22, 2007 at 7:15 pm

    E aí, Leandro.
    Você tem razão!
    Ri bastante com o seu comentário.
    Talvez seja realmente isso o que falta aos cientistas: paciência.

    Estou gostando bastante do livro. Às vezes o Sagan se estende de mais antes de revelar o motivo do capítulo. Eu não acho um problema, porque gosto de ciência, mas será que não-cientistas gostam de toda essa extensão?

    Um abraço.

  5. November 22, 2007 at 10:07 pm

    O livro do Sagan é muitíssimo bom! Tão bom que faz parte da bibliografia básica da disciplina de psicologia geral aqui da UEL! É uma ótima forma de introduzir a calourada a uma visão científica e cética do mundo…

    … nem sempre eles concordam, ano passado fizeram uma comunidade rebelando-se contra o Sagan. Afinal ele havia afirmado que psicanalise não era ciência. Os próprios professores de psicanalise da UEL afirmam que esta disciplina não é ciência. A ingenuidade com que a calorada defendem causas perdidas sempre me emociona… rs

    Livro de cultura geral, isso parece interessante, em especial na medida em que você falou. E também porque quanto mais conhecemos melhor é o nosso “intertexto”, mais interessante fica o nosso entendimento do mundo.

    Alias, os dois livros ajudam nesta tarefa.

    beijos e boa leitura🙂

  6. November 24, 2007 at 12:07 pm

    Não sabia que existia essa contenda em torno do livro do Sagan. Adoraria participar.
    E, não fique curiosa, leve Cultura Geral para casa quando tiver a oportunidade.
    Beijo.

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: