Archive

Archive for February, 2007

educação, droga e pobreza

February 26, 2007 2 comments

Toda vez que vejo uma reportagem como essa, que fala de jovens criminosos não educados, eu me pergunto qual é a verdadeira causa inicial do problema.

A chamada da reportagem enfatiza a não-educação, mas não a coloca como causa principal. Concorrentes estão a pobreza e o uso de drogas. Parece haver a seguinte relação: quanto mais pobreza, menos educação, mais criminalidade, mais uso de drogas.

Para mim, essa é ordem das coisas: a pobreza começa tudo.

A reportagem acima mostra um dado importante: tudo está piorando. Eu, honestamente, tenho medo.

Advertisements
Categories: Brasil

carnaval no sítio – 2007

February 22, 2007 1 comment

Leia isto em inglês. Novamente, apelei bastante para dicionário… isso tende a mudar. Dicas são sempre bem vindas. Obrigado ao João, ao Mario e ao Lucas, que deram excelentes sugestões para o texto anterior.

A mais popular das festas brasileiras é o Carnaval. Eu já o comemorei da maneira clássica: fazendo festa em salões e em ruas que fecham especialmente para a ocasião. Também já comemorei de maneira alternativa: fugindo do barulho para acampar em uma cidade “mística” chamada São Tomé das Letras. Neste ano eu comemorei de um modo que penso ser o meio termo dos dois anteriores: fazendo a festa em um sítio com amigos.

Havia um tipo de lago artificial no sítio. Então, entrar na água foi um pouco diferente do comum. Em teoria, havia peixes nadando conosco… mas eu não esbarrei em nenhum. No gramando, inventamos um jogo chamado “sem noção”, que envolvia duas bolas de futebol e um frisbee. Afora essa diversão física, sempre tínhamos boas conversas, cerveja gelada e até um grupo dedicado a terminar o jogo “Mario”. Ninguém queria ir embora, mas tudo acaba.

Categories: Diarices

não tenho lar

February 15, 2007 5 comments

Não tenho lar
Apenas moro
Não tenho lar
Nem ilusão

Apenas moro
Já tive um lar
Está perdido
Não tenho lar

Acordo em quartos
Alheia cama
Estranho chão
Não tenho lar

Não sou sozinho
Não sou perdido
Nada preciso
Senão um lar

Categories: Poesia

o mundo em um lugar

February 14, 2007 1 comment

Update: Leia este texto em inglês. Precisei de muito dicionário, infelizmente. Vou melhorando com o tempo. Dêem dicas para o texto em inglês. Obrigado.

Nesta última etapa de trabalho no aeroporto, eu vi coisas muito interessantes. Talvez mais do que da primeira vez. Nesta etapa, eu estava mais acostumado com a função a realizar, então pude dividir minha atenção entre o trabalho e as pessoas passando.

Consegui conversar com algumas almas, normalmente pedindo pequenas dicas de idiomas. Ao final do trabalho eu já estava pronunciando, com alguma clareza, “boa noite” em várias línguas. E nada é mais engraçado do que ver a reação de um alemão depois de um “Guten Abend”. Eles acham genial! Já de costas, eles se viram rapidamente apenas para agradecer com um sorriso amistoso e aprovar o boa noite.

Cada maneira de se vestir… Um norueguês ganhou o prêmio de roupa mais estranha. Vestia uma calça que em algumas partes da perna era colada, e em outras, larga. Terrível. Um padre (ou monge) italiano com o que parecia uma roupa cerimonial colorida também impressionou. No quesito cheiro, os europeus mandam bem: os perfumes lá devem ser poderosos. Por outro lado, um dinamarquês contaminou o aeroporto todo com um cheiro horrível de suor, que foi embora apenas uns 15 min depois dele. Sem exageros.

É impossível conversar com chineses. Eles não entendem nada de nenhum idioma a não ser o deles próprios. Para conseguir uma informação, precisávamos delicadamente lhes tomar o passaporte e adivinhar o que queríamos. Não mudava muito para coreanos e japoneses.

Divertido foi observar que cara não diz nada. Sendo que chegavam vôos da Alemanha e do Chile ao mesmo tempo, tentávamos adivinhar em que língua abordar o sujeito com base na sua aparência. Foi assim que descobri chilenos com cara de alemão, alemão com cara de africano, japonês com cara de chileno, e assim por diante. Excelente!

Vi várias formas de beleza. Os chilenos possuem traços indígenas misturados a traços europeus: uma combinação linda. Muitas chilenas maravilhosas passaram por mim. Os alemães são grandes, com sorrisos largos, e aquela beleza inteiramente branca, loira e de olhos claros. Os argentinos repetem um pouco os chilenos. A portuguesas têm narizes diferentes, parece que rostos mais finos, e são tímidas; algumas são muito belas. As duas israelenses que eu vi eram muito bonitas. Traços muito definidos no rosto, com jeito sério, mas sorriso brincalhão.

As pessoas com quem mais conversei foram: uma senhora alemã que me ensinou a dizer Guten Abend; um casal de Israel que me pediu dicas de Salvador, às quais dei sem quase nenhum conhecimento de fato; um senhor italiano que teve a paciência de me ensinar em que situações de diz “prego”; e uma jovem francesa que não sabia andar em São Paulo.

Enfim, o clichê percebido: temos todos a mesma essência. Em todos os países há pessoas mau educadas, pessoas sorridentes, pessoas apressadas, pessoas atenciosas, pessoas que te olham, que te evitam, que te cumprimentam, que oferem ajuda ou quase te derrubam. Fui atiçado a sair para o mundo: isto está se tornando uma obsessão. Apesar de tantas semelhanças, há diferenças suficientes para aprender em 1000 vida. Eu quero ver.

Foi muito rico, analisando o que apresentei acima. No entanto, foi muito cansativo. Não pretendo voltar à ativa, ainda mais com a pós me chamando de volta. Valeu a pena. Adieu, straniero friends. Gracias, ôbrigâdo.

Categories: Coisologia, Diarices

treinando o inglês

February 13, 2007 7 comments

Terminando o mestrado, quero ir para os EUA para o doutorado. O problema é meu inglês: ele ainda não é nível doc. Sendo eu um pão duro, preciso aprimorar o inglês sem gastar dinheiro. Há algumas estratégias gratuitas:

  • Leia bastante em inglês. Duas dicas são jornais em inglês, como a CNN, e blogs. Diversifique, leia sobre tudo. Não é difícil achar algo do seu interesse.
  • Antes de procurar um wiki em português, procure em inglês.
  • Uma lista de blogs brasileiros que auxiliam no aprendizado de inglês.
  • Um dicionário que apresenta a pronúncia da palavra procurada: clique no ícone em vermelho, ao lado da palavra. Nada mal.
  • Assista filmes com legenda em língua inglesa. Você vai começar a associar as pronúncias com as palavras. Vale a pena.
  • Finalmente: converse com seus amigos em inglês. Pessoalmente ou por msn. Os dois darão dicas um ao outro e aprenderão muito. Vale a pena.

Claro que não sigo todas as dicas de uma vez, mas alterno entre elas e vou aprendendo. Se você tem dicas, deixe nos comentários. Ôbrigâdo.

Categories: In english

fabulosa lista copiada

February 11, 2007 3 comments

Esta lista foi copiada integralmente deste blog. O post original está aqui. A cópia segue, agradeçam a pessoa que a montou:

Tudo que estiver nessa lista é:

  • a. gratuito (freeware),
  • b. tem uma versão gratuita boa o suficiente, ou
  • c. open source (que os nerds dizem que não é a mesma coisa que freeware — e não é mesmo).

DO GOOGLE:

  • = Gmail: para começar, claro. Porque mesmo quem usa outros emails, melhor mesmo é redirecionar tudo para o Gmail e ser feliz. Uso minhas três contas de email a partir dele sem nenhum problema. Além de ter tudo em um lugar só, o que já ajuda bastante.
  • = Google Calendar: use. Tudo indica que vai ficar ainda melhor com o tempo. Não uso mais agenda. Só isso e um programinha que sincronica ele com o iPod.
  • = Google Reader: melhor leitor de feeds ever. No começo era uma porcaria, mas agora não tem nenhum que ganha dele. Quem usa outro leitor de feeds recomendo exportar tudo para lá e descobrir o maravilhoso mundo do Google Reader. O Roger que nem sabia tão bem como funcionava toda essa história de feeds e rss começou a usar o Google Reader e achou incrível. Usuários de Firefox, para tornar a vida mais fácil: Ferramentas – Opções – RSS – Increver no… Aí manda ele usar o Google Reader como leitor padrão de feeds. Dessa vez, sempre que você clicar em um botão de feed, ele te leva para a página do Google Reader de uma vez só.
  • = Google Docs & Spreadsheets: Eu acho mor legal. Seria melhor ainda se tivesse uma visualização de página para impressão. É um Word/Excel online. Funciona também como ferramenta colaborativa. Duas ou mais pessoas podem escrever um mesmo documento online ao mesmo tempo. Woot!
  • = Google Notebook: é para ficar escrevendo, erm, notas. Funciona melhor se você usar o Firefox e adicionar a extensão que coloca ele na barra de status para acesso rápido. Escrevi parte desse post no Google Notebook (acho que mudei esse post de programa umas três vezes.)

OUTROS SITES:

  • = Cellsea: edição de imagens online. Fucei um monte por aí, parece que é das melhores.
  • = Resizr: redimencionador de imagens online.
  • = imageshack: hospedagem de imagens, não precisa se registrar. Você faz o upload, ele te dá o endereço, você usa para colocar no blog ou no que for. Sempre uso para as imagens que vou colocar no blog, para não atazanar o síndico. Mui poucas vezes que o serviço sai do ar. É muito bom.
  • = jumpcut: edição de vídeos online. Quem gosta de mexer com vídeos é o Roger.
  • = Hey!Watch: não testei, mas parece incrível. Conversão de vídeos online.
  • = Zamzar: também não testei (muito). Conversão de tudo online.
  • = DivShare: HD online, com espaço ilimitado e opção para compartilhar arquivos com quem você quiser. Genial.
  • = Listal: comunidade pra voce ficar dizendo e colecionando que livros leu e que filmes viu e etc (tipo um orkut, só que ao invés de colecionar amigos, você coleciona livros e filmes). É interessantezinho, mas dá mor preguiça. Entrei quando o bicho era um ultra-beta-quase-alpha. Meu profile (comecei a colocar filmes e devo ter colocado meia dúzia de livros). Se entrar, me adiciona! Ahh! Dos outros que vejo por aí, esse é o mais fácil de usar.
  • = PocketMod: isso é genial, você tem que ver.
  • = CoComment: se todos os comentadores e blogueiros usassem isso aqui, a blogsfera seria um lugar melhor.
  • = Flickr: todos conhecem o Flickr. Me rendi a ele. E as fotos de panda. Eu e a Linda estamos no Flickr, também.
  • = last.fm: quando conheci o last.fm achei que era uma coisa meio retardada. Depois fiquei conhecendo um monte de bandas por causa dele. Agora eu acho o máximo. Eu, lá. Me adicione.
  • = del.icio.us: quase todo mundo conhece isso aqui. É um lugar para guardar e compartilhar favoritos/bookmarks. Eu jogo umas coisas por lá, de vez em quando.
  • = Deviantart: isso é legal demais. Eu usava MUITO quando ainda produzia coisas (artes). Na época até ganhei um ano de subscription de presente, de alguém que gostou das minhas badaiocas. Hoje em dia minha conta está paradona, mas ainda tem um monte de coisa.
  • = guiamais: quem precisa de Google Maps com esse serviço? Sempre salva minha vida. Principalmente quando o Roger vai fazer alguma prova de algum concurso em São Miguel Paulista (bairro longíncuo e obscuro de São Paulo, só não tão longíncuo e obscuro quanto o bairro onde mora Sr. Marmota).
  • = Wikipedia: todo mundo conhece a Wikipedia. Muitas vezes, antes de uma busca cega no Google, melhor fazer uma busca inteligente no Wikipedia.
  • = Wikiseek: busca na Wikipedia. Em muitos casos, melhor que a própria busca da Wikipedia.
  • = OpenSubtitles: busca de legendas para filmes. Em todas as línguas que você quiser. Em português, também.

DIRETÓRIOS web 2.0:

SOBRE MOZILLA:

  • = Mozilla Firefox: baixe esse, instale. Descubra a magia das tabs (ou abas, se você baixar em português) clicando em links com o botão direito e escolhendo abrir em nova aba. Ou clicando com o botão do meio, se você tiver um botão do meio no seu mouse. Não tem jeito. Tem que baixar e testar. Coragem. Se não gostar é só desinstalar.
    •  E AS EXTENSÕES:
    • = Google Notebook: para usar o Google Notebook pelo Firefox (aí ele fica ali na barra de status, no canto direito, e pode ser mui útil).
    • = IE Tab: pra visualizar sites estúpidos que só funcionam com o IE, sem sair do Firefox (porque o Internet Explorer JAMAIS faria uma Firefox Tab).
    • = Download Statusbar: pode parecer inútil, mas é muito prático.
    • = del.icio.us extension: se você usa o del.icio.us isso aqui simplifica as coisas.
    • = Corretor ortográfico em português: o Firefox 2 vem com um corretor ortográfico pra corrigir qualquer coisa que você digite em áreas de texto. Esse é o dicionário em português. Acho que se você baixar o programa em português direto não precisa pegar o dicionário.
    • = TabMixPlus: pode parecer um bicho meio complicado (e é) mas depois que você vai entendendo tabs, ele deixa as tabs ainda mais interessantes. É bom pra quem é neurótico e quer tudo arrumado do jeito que gosta.
    • = Fission: inútil, mas deixa a barra de progresso muito mais legal. Ele faz com que a barra de progresso seja a própria barra de endereço, como no Safari.
    • = Page Title Eraser: pra disfarçar quando você está com uma tab que você não quer que ninguém em volta saiba que você está olhando. Aí vem chegando alguém, você aciona essa extensão (clicando num botão) e muda de tab, e tchans. (Tá, a explicação não fez sentido, clica no link e veja se a explicação de lá é melhor).
    • = FaviconizeTab: boa pra quem deixa o Gmail e/ou leitor de feeds aberto o dia inteiro. Ou qualquer outra página que tem um favicon fácil de reconhecer e não faz sentido que ela fique ocupando todo aquele espaço na sua barra de tabs.
    • = Permatabs: outra que é boa pra quem tem alguns sites sempre abertos, e quer manter eles abertos (e não quer fechar sem querer e oh! não!)
    • = GUtil: e porque uso tanta coisa do Google, melhor do que ter que colocar tudo nos favoritos, uso de uma vez essa extensão. É um menu só com coisas Google. Prático.
    • = Web Developer: extensão antiga, mui bem conhecida pelos web designers e simpatizantes. Pode ser muito útil pra medir coisas, desabilitar imagens e outras viadagens.
    • (para instalar extensões, se você estiver usando o Firefox, é só clicar onde mandam clicar e seguir as instruções. Aí ele manda reiniciar o Firefox — parte chata — e você reinicia, e depois tchans, a extensão já vai estar ativa.)

SOFTWARES:

  • = Picasa: visualizador de fotos e imagens, do Google. Muito bom para retoques pequenos e pra enviar fotos por email. Quem usa o Flickr pode achar interessante. Eu uso o Picasa pra quase tudo e aí envio a imagem pro Flickr via email. Dá até para designar tags.
  • = Google Earth: esse não é dos programas mais leves pra se rodar no computador, mas dá pra gastar várias horas viajando para o Vaticano ou a costa leste da Austrália.
  • = Google SketchUp: programinha mor bonzinho para criar coisas arquitetônicas 3D sem precisar fazer nenhum curso de 3ds max.
  • = Scribus: se entendi bem, é tipo um Adobe Pagemaker só que open source. Parece bom.
  • = foobar2000: depois de dois dias tentando descobrir o melhor player de música, fiquei com esse. Mais leve que todos e simpático e com plugins que deixam ele mor bonitinho. Não deixem de dar uma olhada nos melhores plugins. Sugiro que comecem com o Columns UI, porque muitos outros plugins usam esse como base. Ele muda um pouco a interface do foobar2000 e deixa você adicionar outros plugins que usam essa nova interface. Quem não estiver entendendo nada eu posso mandar uma screenshot e explicar melhor.
  • = PDFCreator: cria PDFs a partir de qualquer arquivo imprimível. Quer dizer, o programa se instala como se fosse uma impressora, aí voce manda imprimir, por exemplo, um .doc, e na hora de escolher a impressora escolhe o PDFCreator e ele cria um PDF. Mui bueno, e open source.
  • = Foxit Reader: leitor de PDF 10 vezes mais rápido e leve e eficiente que o Acrobat Reader. Lixo pro Acrobat Reader.
  • = CCleaner: programinha muito bom pra deixar seu computador limpinho e arrumadinho. E não precisa ser nenhum expert pra usar. Essencial.
  • = Notepad++: substituto do notepad/bloco de notas do Windows. Tão leve quando, e melhor. Tem um sistema de tabs feito o do Firefox e você pode abrir vários arquivos na mesma janela. E ainda lê umas outras linguagens.
  • = VLC Media Player: player toca-tudo, leve e rápido e tudo mais. Nunca mais use o Windows Media Player — elefante azulado — pra NADA.
  • = Tugzip ou ALZip: dois substitutos para o Winzip e afins. Gratuitos de verdade. Ainda não decidi qual eu gosto mais.
  • = AutoInsult: absolutamente inútil, mas.
  • = w.bloggar: bom, bom. Não funciona no computador do Roger, por algum motivo obscuro. A interface do MT às vezes pode ser meio retardada, então o w.bloggar resolve meu problema.
  • = Skype: quem ainda não tem o Skype, está atrasado na vida. Minha mãe liga pra minha irmã que está na Austrália por uns 5 centavos o minuto com o SkypeOut. Eu ligo pro meu pai em Fortaleza por uns 13 centavos o minuto, em qualquer hora do dia. E de Skype para Skype é como um MSN otimizado para voz. E me adicione: olivia_maia
  • = Soulseek: p2p, música para todos, hup!
  • = µTorrent: o único cliente de torrent que eu consegui fazer funcionar nas minhas mãos.
  • = Flock: navegador alternativo, open source, baseado no Firefox e com umas viadagens a mais. Ainda não está pronto o suficiente para mim, mas quando ficar vai ser o máximo.
  • = Ant Renamer: utilitáriozinho que pode salvar sua vida o dia em que você precisar dele.
  • = Buddi: pra manter as finanças em dia. Mui simpático e não precisa nem de instalação (roda com o Java). Tem versão em português (que eu que fiz, aliás). Eu só não uso porque eu (ainda) não tenho finanças nenhuma.
  • = Daemon Tools: um drive de cd/dvd virtual. Para montar imagens .iso ou .bin sem precisar gravar no cd antes.
  • = DeepBurner: programa para gravação de cds. Faz tudo que o Nero poderia fazer, e é menos elefante. Só não grava vcds.
  • = ImgBurn: o que o DeepBurner não faz tão bem, o ImgBurn faz. Só que esse é um programinha mui pequerrucho e eficiente.
  • = VCDEasy (link direto p/ download): tem uma versão nova e paga do VCDEasy no site oficial. Essa versão é mais antiga, mas é freeware. Estou usando para criar meus vcds e está dando tudo muito certo (bastava meu dvd player ser menos retardado, agora). Precisa ter o mpeg com até 800mb para um cd. Para criar o mpeg a partir de um .avi, você vai querer usar o TMPGEnc. Com muita paciencia você descobre como fazer tudo isso aqui (para um filme em dois cds) ou misturando esse primeiro tutorial com esse (para fazer caber tudo num vcd só).
  • = Video MP3 Extractor => faz um mp3 com o áudio de um arquivo de vídeo.
  • = MyBookLib: esse é um programinha para organizar a coleção de livros. Não precisa instalar, é só deszipar e rodar. Nunca consigo organizar coisa nenhuma, mas um dia eu vou conseguir.
  • = Unlocker: ótimo para quando você quer deletar alguma coisa e o Windows maldito fica dizendo que o arquivo não pode ser deletado/movido/renomeado porque um programa obscuro está usando aquele arquivo para limpar a bunda. Esse Unlocker liberta o arquivo e deixa você fazer o que bem entender com ele.
  • = Workrave: às vezes eu uso, às vezes eu esqueço. É bom para quem fica o dia todo com a cara no computador e no fim do dia o pulso está doendo tanto que mal consegue comer o jantar com o garfo. E é uma ovelha simpática, e ela te manda dar uma volta e parar com a nóia de computador por alguns minutinhos.
  • = WinDirStat: outro que nem precisa de instalação. Para você descobrir o que está usando todo o seu HD e por que diabos não tem mais espaço para nada.
  • = TrayDevil: woot! Descobri esses dias. A melhor coisa que já baixei. Mudou minha vida. Ele minimiza qualquer coisa que você quiser para a bandeja. Mas, ah!, é incrível. Porque eu nunca deixava nada aberto porque gosto da minha barra de ferramentas limpinha e eu sou meio neurótica. E depois para abrir o Windows Explorer toda vez que fechava era um parto. Agora ele fica lá aberto e quietinho, tão comportado! E o meu Notepad++ também, sempre disponível e invisível. Incrível, incrível. (Nerd.)
  • = Sbybot: devorador de spywares.
  • = AdAware: outro devorador de badwares.
  • = AVG Anti-Virus: uso, talvez, por inércia. Tenho vontade de tentar outros, mas anti-vírus pra troca dá mor trabalho. Já tentei o Avast, um tempo atrás, mas ele parecia um elefante azul (talvez ele seja primo do Windows Media Player).
  • = Convert: programa talvez inútil, mas muito conveniente. Conversão de qualquer unidade para qualquer unidade.
  • = OpenOffice: editor de textos e pacote office completo alternativo. Open Source. O dicionário em português está muito bom.

PARA O IPOD:

  • = getcals: pega qualquer calendário em formato iCal e transfere para o iPod. Uso com o Google Calendar. Configurar pode ser meio complicado, mas está tudo bem explicado nas instruções. (Blog do criador: johnnyGizmo).
  • = iPodLibrary: bota qualquer arquivo de texto no iPod, até mesmo pdf, do tamanho que for, dividindo em capítulos. Genial.
  • = iPod Video Converter: converte qualquer tipo de vídeo para iPod. Mega. E de graça; acho que é o único.

JOGOS:

  • = TuxRacer: pinguim! Não consigo passar da segunda corrida no modo de campeonato, mas é legal mesmo assim.
  • = Neverball: não tenho a menor capacidade motora para jogar esse jogo.=

ONDE PROCURAR SOFTWARES GRATUITOS E OPEN SOURCE:

LISTAS DE JOGOS NA WIKIPEDIA:

É isso. Aproveitem. Passem no site da criadora e agradeçam.

Categories: Geral

bobeiras

A falta de assunto está me deixando preocupado. Fiquei pirando nisso e decidi que vou diminuir os filtros. Não vai passar tudo, mas vai passar mais. Assim podemos sofrer juntos com as coisas que passam pela minha cabeça. É isso mesmo.

Ontem eu voltei à pesquisa no aero. Dessa vez já cheguei cansado, que é para aproveitar bem. Delícia!

Amanhã começo um curso de especialização em terapia cognitivo-comportamental na USP. Dura um ano. Ou seja, ao fim do ano serei um terapeuta mais experiente. O curso é excelente, eu o conheço desde 2005. Toda sexta-feira, das 9h às 17h. Dividido em atendimento supervisionado, supervisão em si e aulas teóricas. Faço propaganda mesmo, porque vale a pena.

Então é isso. Tenham medo do que virá por aqui.

Categories: Geral