Home > Cinema > Momentos que sempre quis ver em um filme

Momentos que sempre quis ver em um filme

Eu tenho um roteiro para um filme. Trata-se do filme mais clichê e anti-clichê já visto pela humanidade. No filme, há romance, aventura e um grupo de heróis (parece clichê? continue lendo). É mais ou menos assim:

Um presidente dos EUA (provavelmente contratarei Bill Clinton para fazer um papel parecido com o que Leslie Nielsen sempre faz) pede ajuda para um grupo de heróis para salvar o país (contratarei Bruce Willis, Sylvester Stallone, Arnold Schwarzenegger, Tom Cruise, Jean Claude Van Damme, Brad Pitt, George Clooney, Matt Damon, e o personagem principal do filme: Ben Affleck). Os vilões pretendem lançar uma bomba biológica em Wahington e outra em New York (serão dois vilões carecas: John Malkovich e Kevin Spacey). Para ajudar os heróis, haverá um grupo de belas animadoras de torcida aposentadas, que agora lutam contra o crime e são chefiadas por um tal de Foley (já acertei com Angelina Jolie, Julia Roberts, Jennifer Garner, Eva Green, Jennifer Lopes, Catherine Zeta-Jones, e uma atriz nacional: Meneghel).

Nos primeiros 15min de película, apresentarei de forma atrativa todos os personagens. Dos 15 min, 7min serão dedicados ao casal principal, Meneghel e Affleck. Ficará claro que eles tinham uma relação no passado. Eu os mostrarei em um treino de Kung-Fu no alto de um prédio. Ambos começam lutando de verdade, mas é óbvio o clima de atração entre eles. Pouco a pouco, Meneghel seduz Affleck, e os golpes começam a ser dados para tirar casquinha do corpo um do outro. Finalmente, quando o beijo está prestes a acontecer, a moça joga Affleck prédio abaixo, que cai e morre para a felicidade de todos. Meneghel, descendo as escadas feliz e comemorando, termina por tropeçar nas próprias pernas e recebe um funeral vergonhoso.

A trama se desenrola. Spacey e Malkovich, apesar de terríveis vilões, não se traem em momento algum do filme. Quando um dos seus generais falha em uma missão importante, ao invés de matá-los, eles pedem uma solução de emergência e relocam o general para outra função, pois sabem que não podem desperdiçar pessoas talentosas. Em certo momento do filme, eles capturam Garner e Tom Cruise. Matam-nos instantaneamente, sem contar os detalhes do plano.

Stallone vive a história de superação, do antigo soldado e lutador de boxe que mais uma vez precisa colocar a vida em risco pelo bem do país. Escalando uma montanha, perde a namorada Meneghel (quem diria, a traidora não havia morrido!!!) e em uma crise de loucura se afunda nas drogas, abandonando a equipe. A droga tem o curioso nome de Apolo, uma luta que Stallone não venceu.
Angelina Jolie e Brad Pitt casam-se e, vendo que a missão é exigente demais, decidem juntar-se a duas organizações de assassinos profissionais. Sem saber, cada um se envolve com uma organização inimiga da outra. Ambos acabam exterminados por Jennifer Lopes, amiga de Jennifer Aniston, a única profissional que trabalha para as duas organizações.

Arnold é obrigado a lutar contra um robô construído com alta tecnologia. A luta dura muito tempo e o herói vence com dificuldade. Seus ferimentos são tratados por Clooney, que além de aventureiro, guerreiro, ator e diretor, também possui conhecimentos médicos. A operação, ao contrário do que fazia crer a música triste, ocorre com sucesso. No entanto, Arnold é obrigado a abandonar a equipe por motivos políticos.

Van Damme e Julia Roberts não aparecerão no filme, pois serão relocados para a iluminação. Bruce Willis é apenas o capitão e fica coordenando tudo com punhos de ferro. Não se sabe que ele foi o cientista que desenvolveu a bomba que Spacey e Malkovich pretendem usar.

No final do filme, Matt Damon e Eva Green encontram os vilões, e têm pouco tempo para parar o lançamento da bomba. O presidente precisa escolher entre dar uma chance aos heróis e arriscar a vida de milhões, ou arremessar ele mesmo uma bomba onde está a bomba, matando dois dos seus heróis e detonando a arma biológica, mas sacrificando dois dos seus heróis. Neste momento, surge alguém (talvez Rodrigo Santoro) e diz que Matt Damon é na verdade filho do presidente e não apenas um qualquer que passou por um treino mais lavagem cerebral para se tornar James Burn. A decisão do presidente se torna mais difícil e a música leva a crer que tudo dará certo.

No entanto, o presidente aperta o botão, mandando a arma biológica pelos ares. Ato que é aplaudido por todos os americanos, que não acreditam que duas pessoas podem salvar outras milhões. Especialmente feliz é Zeta-Jones, esposa do presidente, que não precisará dividir a fortuna pessoal de Clinton com um filho bastardo.

Ainda preciso acertar os tempos verbais do roteiro. E aceito sugestões de algumas cenas, deixem-nas nos comentários.

Categories: Cinema
  1. January 28, 2007 at 7:11 pm

    ありがとう

    é como se escreve obridado em japones. Ou melhor em hiragana, já que existem outros sistemas de simbolos no Japão.

    Falei para um amigo meu que mora no japão para ler seu post e ele me apareceu com isso… cada coisa… heheehhehehe

    bjos

  2. January 28, 2007 at 7:12 pm

    ahh… e em katakana é アリガトウ

    ehehheehhehehheheheheh
    bjos

  3. January 28, 2007 at 7:29 pm

    hahahahahahahahahahha

    putz… desse eu vou rir uma semana! hahahah

    Acho que além da iluminação a Julia Roberts e o Van deveriam fazer participações do tipo “onde está Wally” tipo enquanto o cara lá está escalando passa do lado um deles carregando uma luz ou um cabo…

    de resto está intocavel…

    ah… acho que vc deveria adotar a estratégia do Hitch-não-sei-escrever-o-nome-inteiro e fazer um ponta no filme.

    Em qual papel? Ora no de você mesmo, como pesquisador que fica perguntando a origem do caboclo e independente da lingua reponde “ôbrigâdo”… acho que tem elenco o suficiente pra tornar a cena tão boa quanto post… rs

    bjos

  4. January 28, 2007 at 7:30 pm

    Ah… se quiseres dizer escrever “de nada” em japones (katakana) ai está:
    ドウ イタシマシテ

    bjo

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: