Home > Crítica, Música > Show do Chico Buarque – o relato

Show do Chico Buarque – o relato

O Chico Buarque cantou ao vivo. E eu estava lá. Foi absolutamente fantástico. Antes de começar um curto relato do que houve, preciso comentar algumas curiosidades e alguns problemas.

Problemas

Eu me perdi para chegar lá. Fiz um mapa todo certinho, com a ajuda do meu amigão google earth. Quando eu percebi que eu havia passado a ponte (que eu pensava ser a última) eu fiquei realmente preocupado. A última coisa que eu queria era perder o show por ter errado o caminho. Mais a frente, ainda bem, uma outra ponte escalou o Rio Pinheiros e me colocou no lado certo do mundo. Aproveitei e aprendi onde é o Credicard Hall.

O show foi no Tom Brasil e não se pode reclamar do som de lá. Não senti nenhum problema. A música chegou clara e em volume ideal durante todo o tempo. No entanto, fizeram uma distribução ridícula de lugares. Eram mesas, cada uma de oito cadeiras, quatro de um lado e quatro de outro. Outras mesas cercavam a sua por todos os lados, com as cadeiras tão apertadas que era impossível se mover. Muito apertado, muito ruim. As mesas, para atrapalhar mais ainda, ficavam de tal maneira posicionadas, que ficávamos sentados de lado para o palco. Haja torcicolo.

Curiosidades

Mais cedo, no próprio dia do show, eu fiz uma meia mudança. Leia no post anterior. Cheguei ao show cansado e mansinho. Assim é mais fácil curtir.

Assim que entrei no salão do show, uma caloura minha de Florianópolis apareceu. Ela estava trabalhando lá. Rimos muito. Que coincidência absurda. Ela me mostrou onde sentar e nunca mais a encontrei.

Chico praticamente não interage com o público. Mas sorri sempre, parece estar curtindo a cantoria.

O show

Eu estava muito empolgado, e a Bruna também. Aliás, todos estávamos. O cenário era muito simples, mas muito bonito. A beleza ficava por conta da iluminação impecável. Antes de o Chico entrar, havia um grande “biombo” no meio do palco. Todos esperávamos que ele aparecesse das laterais. Quando disseram o nome dele, mudaram a iluminação e a silhueta dele apareceu atrás do “biombo”, que foi levantado até revelar o cantor.

A primeira música que ele cantou não é dele, na verdade. Mas sim do Lamartine Babo. Chama-se “Voltei a cantar”. A letra:

Voltei a cantar

Porque senti saudade

Do tempo em que eu andava na cidade

Com sustenidos e bemóis

Desenhados na minha voz

E a saudade rola, rola

Como um disco de vitrola

Começo a recordar

Cantando em tom maior

E acabo no tom menor

Ó, meu samba, velho amigo

Novamente estou contigo

Tua vida me transtorna

Bom filho à casa torna

De ti nunca me esqueci

Voltei a cantar

Foi alucinante quando ele terminou dizendo “Voltei a cantar”. A galera foi ao delírio e o Chico começou a apresentar o “Carioca”. Ele tocou o disco inteiro, intercalando algumas músicas antigas. “Carioca” não é o álbum mais bem feito dele; de algumas músicas eu chego a não gostar. Outras, porém, são muito bonitas. A alegria geral ficou mesmo por conta dos clássicos. Fiz um Top 6 das músicas que mais curti ouvir:

6. Ela faz cinema

5. Futuros amantes

4. Quem te viu, quem te vê

3. João e Maria

2. Mil perdões

1. Eu te amo

Da lista acima, apenas “Ela faz cinema” é do álbum “Carioca”. Além dessas, é preciso fazer uma menção honrosa a “Mambembe” e a “Ode aos Ratos” (do “Carioca”).

O show foi fantástico. O Chico canta muito bem ao vivo. Os músicos que estavam com ele são excelentes. Foi perfeito e emocionante. É bom demais ver show de quem se curte. Valeu a pena a espera, valeu a pena o preço, valeu a pena tudo. Sem dúvida, foi o show que mais curti em toda a vida, seguido de perto por Metallica e Lenine.

Foi uma delícia curtir o show com a Bruna. Eu e ela nos divertimos muito. E emendamos um fim de semana alucinante.

Categories: Crítica, Música
  1. September 10, 2006 at 1:17 pm

    Após todo o relato do show em si, acredito que os problemas anteriores tenham ficado minúsculos.
    Esse é um show que eu realmente gostaria de ir. Quem sabe um dia… =]
    Ontem eu fiquei assistindo tv até de madrugada e acabei assistindo o programa do Serginho Groisman, Altas Horas. Valeu a pena pois tive a chance de assistir Lenine tocar Paciência acompanhado de uma harpa. Foi emocionante. Claro que nada comparado às emoções de assistir o Chico ao vivo hehehehe!
    Feliz por você e pela Bruna terem curtido isso juntos! Tudo de bom!
    Beijão amigo!

  2. September 10, 2006 at 4:13 pm

    “… eu quero uma casa no campo, onde eu possa ficar do tamanho da paz, onde eu possa levar meus amigos, os meus livros meus discos, e nada mais…”

    Umm show do Chico!!!!! Deve realmente ser tudo – mas TUDO MESMO – de bom!!!!!!!

    Eu imagino a emoção que rola no “voltei a cantar”… deve ser bem pungente… bah…

    Eu sei que isso deve soar estranho mas… eu adoro Lamartine Babo!!!!!!!!!!!!!!!! O Cara era muito bom!!!!

    Algumas considerações: o Google Earth não foi um bom guia pra ti ahahahhahahaha, nada como fazer algo muito bom na compania de quem a gente gosta!!!

    Bom… te vejo em Brasilia! rs

    beijo

  3. Vivian
    September 22, 2006 at 10:35 am

    Desculpe-me a invasão. Procurava a letra de “Voltei a cantar” no google e seu blog apareceu no resultado da pesquisa. Entrei para ler pois vi que você descrevia o show (do Chico) neste tópico.
    Impressionante como é unânime. Todos que foram amaram…
    Ele é, realmente, DEMAIS…

  4. Fio
    November 30, 2006 at 12:10 am

    Acabei de chagar do Show…

    Não tinha visto suas mensagens antes do Show… mas ja tinha ido ao show “As cidades(1999)” Mais uma vezx impressionante… muito bom.

    Faltou alguns Smabas e outras Classicas, mas dai seria necessário 6 horas de show!

    [ ]´s

  5. George
    April 24, 2007 at 9:10 am

    A sensação de assistir a um show de Chico, para mim, é indescritível tenho 26 e nunca tinha ido, realmente, quando ele pronunciou a frase “voltei a cantar” acreditem, era como se tudo no mundo estivesse em perfeita ordem e só o teatro em desordem total, todos foram ali para assistir ao show, esperaram ansiosamente mas parecia que não era verdade, Chico voltou a cantar, parecia boato, a presença física dele num palco, a possibilidade de vê-lo aos que como eu achavam que ele não existia porque não achava possível as composições dele não pode ser narrada.
    Sei que ele não gosta de ser visto como diferente de qualquer um de nós, porém se tivesse oportunidade de dizer algo ao Chico Buarque acho que a palavra mais apropriada era obrigado pelo que a obra dele me faz sentir, quando escuto qualquer música, não sei, o que será que me dá? Só se eu fôsse ele para descrever esse tipo de sentimento, essa é a diferença, ele é capaz de descrever os sentimentos de forma tão clara que as músicas parecem verdades universais feitas para você.
    O fim do show, que ele encerrou com João e Maria, deu a mesma sensação do começo, “Agora era fatal, que o faz de conta terninasse assim…” tudo lá era faz de conta, como eu já disse Chico não existe, o teatro não existia, absolutamente nada estava ali.
    Que Deus abençoe a nós e ao Buarque para que ele continue cantando e encantando(ele é encantado mesmo antes de morrer) e que nós possamos pagar o ingresso, que é caro para um plebeu como eu, mas que vale cada centavo, e que ele não leia isso, muito mais.

    RESPOSTA:
    George, depois que li seu texto fiquei com vontade de fazer um update no post anexando suas palavras. De certa forma, você descreveu minhas sensações durante o show. Eu espero poder vê-lo de novo um dia, mas um dia só de clássicos.
    Belo texto.
    Abraços.
    Robson.

  6. George
    April 26, 2007 at 9:53 am

    Rapaz, sou leigo em informática, invadi um blog (que deveria ser para seus amigos colocarem as impressões), enchi de besteira, e você educadamente ainda publica, obrigado e desculpe a invasão.

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: