Home > Brasil, Crítica > Eleições 2006: é mais você

Eleições 2006: é mais você

Não é preciso propagandear as eleições pedindo para os eleitores irem até as urnas. Porque a eleição é obrigatória. Não fosse, eu apelaria para algo como identificar o processo eleitoral com a individualidade da pessoa, e do seu papel na coletividade. Votando, ela se constrói, e constrói o seu país. “Vote para ser completo! Eleições 2006: é mais você!”

Mas é obrigatório. Todo mundo vai lá clicar no botõezinhos.

Este foi o ano do desapontamento… Ao todo, foram tantas provas irrefutáveis confirmando o que já sabíamos sobre a índole dos governadores do Brasil, que mesmo a nossa fingida ignorância foi abalada. Vem aí outras eleições e não tenho vontade de falar dos candidatos, ou do processo em si. Do alto do meu desconhecimento, estou com vontade de falar de outra coisa.

Por exemplo, vocês já pararam para pensar por que os mandatos têm a duração de 4 anos? Analisando agudamente, 4 anos parece pouco tempo para desenvolver, implantar, manter e ter sucesso em políticas públicas. Será que é pouco? Por que parece assim? Por que é tão pouco? Não pesquisei, mas tenho a impressão que é para evitar a criação de teias, prevenir corrupção e, por que não?, desencorajar golpes de Estado. Então é possível concluir que os mandatos são curtos por que se espera que os eleitos sejam malandros em algum grau? É tentador negar esta hipótese, mas tendo a acreditar nela.

Mas será que 4 anos é realmente pouco? Talvez não fosse, se os governadores compatilhassem objetivos. E se compartilharem, talvez não fosse pouco tempo se houvesse certa concordância nas ações que deveriam ser realizadas. É uma pena, pois não é realmente válido forçar as pessoas a pensarem do mesmo jeito. Mas… elas são obrigadas a acatarem de corpo e alma a decisão escolhida. Então, a soma de forças deveria ocorrer de qualquer modo.

Além disso, existe toda aquela questão de que todos têm todas aquelas idéias. E todos pensam que todas elas são imediatamente o que o Brasil precisa totalmente. Eu, por exemplo, acredito que podemos mudar o país por meio de uma políti blá blá blá blá blá

clown.jpg

Categories: Brasil, Crítica
  1. Tsu
    August 8, 2006 at 2:28 pm

    As eleições são a cada quatro anos para coincidir com a copa do mundo…

  1. August 14, 2006 at 9:23 pm

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: