Home > Poesia > Andando em círculos

Andando em círculos

Há algo nos meus olhos
Como uma lupa muito forte
E agora esse algo na minha frente
Está perto demais para eu ver

Em um dia comum
Há muitos anos atrás
Eu pensei que eu podia voar
E saltei para ver o que aconteceria

Consigo ouvir um barulho
Sussurrando alguma ordem para mim
Esse barulho que fala comigo
Está longe demais para eu entender

Em um dia comum
Há muitos anos atrás
Eu pensei que nada podia acontecer
E paguei para ver criando uma rebeilião

Eu paro por um momento
Percebo que não paro de andar em círculos
Há algo tocando levemente meu peito
Mas eu estou com roupas demais para sentir

Categories: Poesia
  1. May 15, 2006 at 2:31 am

    Hemingway é? E primeiro de abril atrasado? (já que se fechou os comments lá, eu faço aqui) =)

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: