Home > Coisologia, Diarices > Ansiedade

Ansiedade

Depois de pensar muito em tudo que já me aconteceu… e em tudo que vi acontecer a outras pessoas… não consigo deixar de ter a impressão de que não entendo porra nenhuma e que durante toda a minha vida não vou entender.

Depois de 25 anos tropeçando e pulando muros por aí, não entender nada é muita coisa! Normalmente quando penso nas Grandes questões, faço isso tomando banho ou cagando, que é para o negócio não tomar grandes proporções. Às vezes, porém, as tais Grandes assombram em períodos despertos. É como disse o Pessoa na pessoa de um dos seus heterônimos “a metafísica é conseqüência de estar mal disposto”.

Hoje estou mal disposto… Um pouco solitário… Fazia tempo que eu sozinho não dava conta de mim mesmo… Acho que é ansiedade… Eu esqueço que acreditar faz mal… Acreditar só faz bem em um mundo eterno que não muda. Aqui nesse mundo de instabilidade, a crença e a expectativa são as piores inimigas.

A vida também me ensinou que isso passa e que dentro do meu não-saber existe um estado confortável no qual vivo por um bom tempo, até essas eventuais rupturas passageiras. Amanhã já esqueci do que me incomoda hoje.

Mas me importa agora o hoje, saca? E ele é ansiedade… Daquelas que a gente, por más experiências, já sabe que vão resultar em decepção, mas que mesmo assim deixa um gostinho de esperança na boca, que água nenhuma lava…

O pior é que sou burro e não consigo ser filho da puta. Eu gosto e ansio. Merda…

Categories: Coisologia, Diarices
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: