Home > Ciência, Crítica, Diarices > Vantagens da pós-graduação

Vantagens da pós-graduação

Quando você é aluno de graduação você é tratado como uma partícula anatômica sem conteúdo. Você é a escória do conhecimento, aquele protótipo de estudioso que saiu do berço estúpido do colegial para a vida corrida da universidade. Você é considerado, e as pessoas falam com você, como uma criança besta que aprendeu a ler, mas não sabe o que lê.

Não quero me estender no texto criticando essa postura infeliz dos professores. Quero falar do que acontece quando você deixa de ser um graduando e se torna um pós-graduando. Não sei se o que vou descrever acontece em todos os cursos de pós-graduação. Vou contar do que vivo.

Na pós-graduação os professores sabem que você é uma pessoa e respeitam verdadeiramente suas idéias. A discussão acontece de igual para igual e é muito comum que alunos e professores troquem informações sobre fatos, pesquisas, teorias desconhecidas. É fato que normalmente o professor tem mais experiência na área, e conhece (na área) mais informações, mas isso não inviabiliza verdadeiras trocas e acaloradas e respeitosas discussões.

Eu entendo um pouco os professores. Já participei de aulas na graduação em que havia discussão. Já vi vários casos. Pessoas que perguntavam as coisas mais absurdas e atrapalhavam a aula. Pessoas que pensavam estar contando grandes novidades e falavam sobre coisas que estavam cimentadas há décadas. Por incrível que pareça, durante a graduação vi até pessoas que contribuíam realmente… (que maldade a minha… eu já fui de todos os tipos de pessoas descritas acima).

Na pós-graduação, parece mentira, mas todo mundo fala coisas interessantes. Eu pago um pau. A galera realmente comenta, e discorda com argumentos válidos, e cita estudos sérios para provar pontos aparentemente estranhos, e toca rever conceito daqui, e teoria dali, e prática de acolá, e novas práticas que estão surgindo. As aulas são as coisas mais produtivas do mundo!

E tudo isso se deve a um fato óbvio, que está se tornando um problema sério no Brasil da malandragem: boa seleção de estudantes. Infelizmente, é a verdade. Ou felizmente. Quem está em uma pós-graduação tem que ser a galera que manja mesmo. É esse povo que posteriormente compartilhará conhecimento. Quem quer um professor bunda mole que nada sabe? Ali, na pós-graduação, formam-se as pessoas que formam profissionais. É a coisa mais séria do mundo.

Eu levo muito a sério. Escolhi isso para a minha vida. Quero auxiliar na formação de profissionais competentes. Eu odiaria professores palermas. E odiaria colegas que não têm uma base de conhecimento mínima. A época de ser menino é a graduação.

Na pós, consegui reencontrar meu prazer de aprender em conversas. Eu estava cansado de ouvir baboseiras. Quem estudou comigo na graduação sabe que eu dormia em 95% das aulas, sem exagero. Na pós, não tenho sono. Acontece o oposto: se estou cansado, as aulas me devolvem energia. É uma correria absurda, um grau de exigência além do que eu esperava. Mas as recompensas em conhecimento, em respeito dos colegas e professores, em saber se está realizando uma construção decente de coisas que ajudarão em futuras formações, compensam qualquer esforço.

Falta uma bolsa de estudo, infelizmente. Mas nada mais.

Categories: Ciência, Crítica, Diarices
  1. Tsu
    March 30, 2006 at 1:42 pm

    Cara, gostei do layout novo!
    acho q a diferença entre a graduação e a pós é a postura dos alunos…pq as aulas são as mesmas, pelo menos para o curso q eu faço…

  2. March 31, 2006 at 5:10 am

    Assim espero, Faggiani.

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: