Home > Crítica, Filosofia > Parkour

Parkour

Parkour é um negócio doido. Uma filosofia e prática típica dos nossos tempos. A idéia é que não há obstáculos que não possam ser superados, seja uma rua, uma árvore ou um arranha céu. Os praticantes do Parkour realizam saltos ousados, correm bastante e não divulgam braços quebrados. Parece que há um fetiche em torno de saltos, e esse pessoal salta que é bonito de ver. Os videos são impressionantes.

Para você andar por um local sem que hajam obstáculos insuperáveis, é preciso ser fluído. Você realmente precisa ter uma visão ampla do local, um tipo de entendimento dele, se quiser correr por ele sem se quebrar todo. Para isso é necessário concentração, velocidade e bons músculos, dispostos a não te deixarem na mão.

A idéia cheia de palavras bonitinhas orientais e ocidentais é uma coisa interessante. E dá vontade mesmo de sair por aí saltando casas, carros e por cima de avenidas. É quase igual o homem-aranha. Mas, sei lá, bicho, tem que ser meio doido para entrar em uma dessas.

Visitem o site e comprovem por vocês mesmo: Parkour.

Parkour? Óia, seu moço, eu nunca tive pobrema aí nessa região, né? Mas aconseio uma pomadinha aí pro sr.

Categories: Crítica, Filosofia
  1. Tsu
    March 25, 2006 at 11:22 pm

    Poutz…já tinha visto esse negócio na tv! É muito loko mesmo dah ateh vontade de fazer…se não fosse meu Homer life style…

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: