Home > Poesia > O modo como se move

O modo como se move

Ah, o modo como se move pela terra fofa, um passo tão misterioso quanto o outro, afim com o silêncio… As mãos em formas mutantes, um olhar fundo, fundo, focando a presa: inevitavelmente eu.

E o modo como se move no asfalto quente, com passos longos, quase pulos, desviando heroicamente dos carros e muros… Um sorriso experiente emoldurado no rosto já cansado de sol e gente, andando rápido, inevitavelmente sigo.

Ah, movendo-se na escuridão do quarto, passos pesados para chamar atenção, alguns giros rápidos, um momento de tensão… Os olhos mais vivos do mundo falando desejo, e a queda de corpo em cima do corpo inevitavelmente meu.

Categories: Poesia
  1. December 29, 2005 at 8:06 am

    I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. My blog is just about my day to day life, as a park ranger. So please Click Here To Read My Blog

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: