Home > Crônica, São Paulo > Murphy´s Day ?

Murphy´s Day ?

Formatura. Ir ou não ir? Ir ou não ir?
Preciso colocar roupas chatas, ver gente de roupa chata, ouvir música de festa chata…
Mas é grátis…
Um amigo convidou…
Ir… Convicto como um cão atravessando a rua.
Carona! Isso ajuda!
Parada no Tatuapé para encontrar a galera.
Checo minha roupa Frankenstein, cinto de um, sapato de outro, camisa do terceiro, paleto do quarto.
Roupa bege, qualquer gota de chuva fica marcada quase para sempre.
Conversamos na rua, chove leve.
Sério que o Fulano não vai? Pô, precisava falar com ele. Que merda.
Olha, um carro está passando.
Aquilo é uma po…?
Arre! Banho de poça na roupa bege.
Agora sim estou me sentindo ótimo depois de toda aquela convicção.
Entrar no carro.
Dirigir setecentos e vinte e oito Km até o local da festa.
Do laaaaaaado de casa.
Trânsito de bônus.
Tudo está ao gosto de Murphy.
Fila para entrar… mas espere!
Local grande e bacana!
O LIC é do tamanho do banheiro do Clube Pinheiros?
E essa banda?
Que banda show! Um verdadeiro espetáculo!
Foi na faixa mesmo essa festa? Foi!
Opa, Murphy está perdendo a manha.
Passa o tempo. Aperta o sapato.
Ah, entendi, a cerveja está pagando o baile, cara como está.
Média de idade de 19 anos, com picos de 12 e 60.
É preciso confessar que foi divertido ver a banda.
Vamos embora ou vamos comer?
Comer. Onde?
New Dog. Onde fica?
A setecentos e vinte e oito Km daqui.
Do laaaaaado do local do baile.
Chuva insana e furiosa!
O motorista não enxerga, mas acha que é por aqui.
Trânsito de madrugada mais chuva torrencial de verão:
Delícia total!
É aqui!
Chegamos.
Xiiii, esse lugar parece chique demais mesmo para quem está com uma roupa chata como a minha.
Olha que meigo esse X-Burger simples de R$7,50.
Fundos monetários carteirais: R$8.00.
Não dá para pagar os 10%.
O jeito é apelar para o cartão eletrônico.
O céu é o limite até R$15,00.
Pelo menos a formatura foi grátis, o Tico acalma o Teco.
Um ovo extra custa só R$1,90?
Ah, entendi, deve ser de alguma galinha estrela de comercias.
Justiça seja feita: o local é bonito.
E a comida é realmente gostosa.
Acabou.
Vamos para casa?
Vamos. Onde fica?
A setecentos e vinte e oito Km do New Dog.
Ou seja, aqui do laaaaaado.
Chegamos 6:00h.
Cama.
10:00h? Fogos?
Não vai me dizer que o medíocre São Paulo foi campeão mundial?!
Foi! É demais para uma alma apenas.
Serão infinitos anos ouvindo “mas nós somos tri”.
10:30h… O Pietro começou a mamar depois de quase não mamar três dias?
Uhuuuuu! Vai lá, sobrinhão, come mesmo!
E agora, hein, Murphy? Com essa você não contava!
Fechando para balanço…
Não exatamente um dia de Murphy…
Apenas mais um dia comum na cidade de São Paulo.

Categories: Crônica, São Paulo
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: