Home > Geral > Registro do caso “Registro”

Registro do caso “Registro”

Moro com cinco pessoas. Comigo, seis ao todo. Todos, infelizmente, homens. Todos, felizmente, boa gente. Todos confiantes de suas capacidades. Preparados para a formação, que está próxima. Empolgados com as possibilidades. Atentos aos acontecimentos. Planejadores. Festeiros. Estudiosos. Todos ridiculamente vencidos por um episódio desconcertante…

Eu me mudei para a casa onde moramos em janeiro, dia 21. Uma das primeiras coisas que notei foi o impotente fluxo de água das torneiras da cozinha. Sim, há duas, uma ao lado da outra. O caso era tão grave que todos os visitantes perguntavam qual era o problema com as torneiras. “Elas são assim”, dizíamos fatalistas e conformados.

Um dos nossos companheiros de casa resolveu, por bem, que uma torneira deveria ocupar o lugar da outra. Fechou o registro, trocou as torneiras de lugar com estrondoso sucesso. E, claro, abriu o registro…

Eu fui o primeiro a notar, quando fui lavar um copo. Todos estavam na sala contígua, jogando Banco Imobiliário, xingando um ao outro de ladrão. Fui até a porta da cozinha e perguntei entre tímido e desesperado:

— Vai me dizer que o fluxo da torneira era fraco porque o registro não estava todo aberto?

Entreolharam-se. Xingaram a maldita vida. Perceberam seu erro, seu fatalismo, seu conformismo. Futuros psicólogos, treinados para lidar com os problemas, modificá-los, encontrar suas razões… derrotados por um registro não verificado.

Naquele dia, fizemos a festa da torneira.

Categories: Geral
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: