Home > Poesia > O começo do mundo

O começo do mundo

Já some o perfume das horas
Alegres, que desenharam dias de
Vitórias fáceis sobre os fatos.
Sobra a insossa situação
Poderosa, levando a alma da
Alegria para algo sem nome.

Vai-se o paraíso das belas
Mulheres, que trouxeram de longe
Amor aos olhos calados.
Fica o aviltante desespero
Intenso, degradando o sorriso
Confiante que havia no forte.

No fundo do poço um alçapão,
Cuidadosamente adentrado,
Revela que o fim da esperança
É o começo do mundo…

Categories: Poesia
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: