Home > Crônica, Diarices, Prosa > Matias

Matias

Matias é um velho amigo meu. Vejam a foto dele no meu fotolog, cujo link está ao lado.

Matias foi um cara que conheci há muito tempo atrás no Guarujá. Eu era mais amigo da irmã dele, a Pipsi, uma guria muito supimpa e altamente hiperativa demais a conta sem parar de jeito nenhum para respirar colocar vírgulas ou qualquer outra coisa que não envolvesse usar os músculos. Ambos tinham apartamento no mesmo condomínio que minha família. Eu e o Matias tivemos apenas uma conversa séria, mas da qual nunca mais esqueci. É um lance bacana, pois esse cara quase nem lembra de mim e eu vou me lembrar dele para sempre por causa de duas coisas que ele me falou. Enquanto para mim foram duas coisas fundamentais, para ele foram algumas palavras jogadas fora em uma tarde quente no litoral.

Eu era um gurizão de 17 anos e com muita coisa VAZIA na cabeça. Havia decidido há pouco tempo que queria fazer Psicologia e pensava que passar no vestibular para a USP era a coisa mais fácil do mundo. Eu tinha aquela confiança cega e banal dos adolescentes de que tudo está ao alcance das mãos apenas por se desejar a coisa. Eu admirava o Matias, pois ele era surfista, pegava a mulherada, era mais velho, tinha uma namorada gatíssima, aquela coisa toda. Por isso tentei impressioná-lo durante a conversa; isso só tornou o papo mais embaraçoso para mim, mas também com mais aprendizados ao final de tudo.

Na tarde em que o Matias e eu conversamos, disse a ele que queria fazer Psicologia e fiquei surpreso quando ele afirmou que também tentaria Psicologia no vestibular. Disse-me que havia ajudado recentemente um amigo a deixar as drogas e que aquilo o fez perceber que ajudar as pessoas era sua vocação, e que lutaria por isso. Eu contei que desejava cursar Psicologia para entender grandes mentes como a de Hitler, pois achava incrível sua desumanidade e a do povo alemão. Falei, claro, para impressionar. Os pais deles eram alemães: burrada minha não ter me lembrado disso. Ainda assim, ele bem calmamente me explicou que realmente os alemães haviam cometido muitos erros, mas que qualquer povo, ou qualquer pessoa na posição deles teria feito a mesma coisa. Fiquei muito impressionado com o que ele disse, e com mais alguns argumentos que ele mostrou sensatamente. Estou certo de que a explicação que ele me deu e o entendimento que tive sobre contextos e relatividades foram pilares para meu modo de pensar. Essa foi a primeira coisa que me impressionou.

A conversa continuou e ele contou que estava estudando dia e noite para a prova da USP. Afirmou que por mais que não gostasse da idéia do vestibular, nem de estudar, era preciso para que pudesse completar seu objetivo. Isso me surpreendeu bastante, pois era a idéia de um gurizão e não de pais e adultos sabichões. Ainda assim, mantive minha postura demasiadamente confiante e disse que não estava estudando, pois tinha certeza de que a prova seria fácil. O Matias ficou bem sério nessa hora e me aconselhou a abandonar essa postura, pois ela não me levaria a lugar nenhum, e que se a mantivesse, no outro ano ele estaria na USP e eu não. As palavras me marcaram muito, mas não segui seu conselho. Como profetizado, ele passou no vestibular para a USP e eu não passei em lugar nenhum. E foi aí que a lição fez todo o efeito.

Foi apenas isso, dizendo. Mas só eu sei o quanto essa conversa teve sentido para mim, pelo momento que eu vivia e pelas coisas que ela me acrescentou. Revi-o em Ribeirão Preto, ele do lado do painel dele, eu do lado do meu. Ambos cursando a universidade que escolhemos, ambos na Psicologia, ambos decididos e tranqüilos. Vê-lo de igual para igual despertou um sentimento muito positivo em mim, ainda mais por que vê-lo em desnível foi obra da minha cabeça.
É isso aí. Grande Matias! Ele nunca lerá isso, mas eu o agradecerei sempre.

Categories: Crônica, Diarices, Prosa
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: