Home > Crônica, Diarices, Música > Muitos dos meus melhores CDs

Muitos dos meus melhores CDs

Sou obrigado a começar pelo meu Raul Seixas da millennium. Esta coletânea me acompanha há mais de cinco anos, para cima e para baixo, sempre me dando prazer e melhorando meu dia.

Tenho que falar do meu Led Zeppelin Remasters, um cd duplo espetacular, com clássicos que adoro. Sempre que coloco esse cd para tocar, entro em um estado de paz que é quase místico. Gosto de todas as músicas do cd.

Há a minha coletânea dupla do Chico Buarque. Ultimamente tenho ouvido esses cd´s dia sim, dia não. As músicas são ótimas e o astral é contagiante. Sem dúvida, um dos meus cd´s prediletos.

Meu Beatles One consegue reunir as músicas que mais gosto dos Beatles. É um cd para se ouvir tranqüilo, lembrando dos bons momentos da vida e ansiando por mais.

Ganhei de presente de um amigo uma coletânea do Jimi Hendrix pela qual tenho muito apreço. Adoro ouvir o cd, é um dos meus preferidos.

Elis Regina duplo é outro cd pelo qual sou apaixonado. Pelo menos uma vez por semana está no meu rádio enfeitiçando minhas tardes.

Gosto muito do meu Paulinho Moska duplo. O cd é muito bola para a frente. Não tem tempo ruim, é so colocar o cd e sorrir de novo.

Tem ainda minha coletânea da Janis Joplin, outro dos meus cd´s do Raul Seixas, meu cd do Lenine, minha coletânea dos Beach Boys e vários cd´s do Bob Marley.

Todos esses cd´s são importantes para mim de alguma forma. Ou foram trilhas sonora de momentos inesquecíveis, ou são calmantes, vitaminantes, etc… São meus melhores cd´s. Cd´s que não trocaria nem venderia para ninguém. Esses cd´s foram importantes para condicionar o que sou hoje. Claro que influenciaram na minha formação.

Esse cd´s fazem parte do meu dia-a-dia, do meu cotidiano. Cada um deles é importante para mim por um motivo. Os três primeiros da lista, então!, são o meu tesouro. Meus preciosos. São, resumindo, muito importante para mim. Eu gosto tanto desses cd´s que não poderia imaginar como seria não tê-los.

Mas eu sou obrigado a imaginar! Na verdade, vou ter que conviver com sua ausência. Eles foram roubados. Todos eles. Tirados de mim por algum malandro safado, que vai vendê-los. Nunca mais os verei. Não tenho dinheiro para comprar outros. Eu estou muito chateado…

É hora de treinar o desapego. Vai ser difícil… Ainda vou falar muito da falta desses cd´s.

Não roubaram só os cd´s. Minha malinha da Esso com escova de dente, chinelo, minha única roupa para entrar na água, camiseta da ABOP e toalha mística, foi roubada. Perdi tudo isso. Sinto-me praticamente nu.

Mas não roubaram só isso. Roubaram também a mala de um amigo meu, cheia de roupas e com as fotos da viagem para Porto Alegre. E roubaram um item precioso para toda a Psicologia: o violão do meu amigo. Sim, roubaram o violão dele. Ele está tão chateado quanto eu.

Dois fatos engraçados. De manhã, antes de sair de casa, comecei a separar os cd´s para levar à casa de um amigo e pensei: “Tudo tranqüilo, só vou levar os melhores”. Taí! Tome! De tarde, discutimos sobre o violão, constatando sua durabilidade, quilometragem e número de festas que já tinha alegrado. Taí! Tome! É o fim de um era, literalmente.

As malas e o violão foram roubados próximos so shopping Itaguaçu. Não colocamos o carro dentro do shopping porque estava cheio.

É isso. Muito triste mesmo para mim… Palavras na tela para vocês.

Categories: Crônica, Diarices, Música
  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: